Close

Academia do Cidadão Sénior

 

Academia do Cidadão Senior

Em Novembro de 1999, o Instituto Politécnico de Macau criou a Academia do Cidadão Sénior, a primeira unidade deste tipo em Macau, permitindo que os idosos estudem numa instituição de Ensino Superior. Os objectivos da Academia são os seguintes: pôr em prática a ideia da formação para idosos; dar-lhes a oportunidade de regressar à escola para enriquecer e actualizar os seus conhecimentos, melhorando assim as suas expectativas de vida.No dia 20 de Novembro de 2019, foi inaugurada a Extensão da Academia do Cidadão Sénior (ACS) na Taipa, no 1.º andar do Centro Comunitário Junto à Povoação Chun Su Mei. A Extensão da ACS na Taipa, em conjunto com a ACS na sede de Macau, procede ao recrutamento de novos alunos para plano de estudos de quatro anos, no intuito de responder às necessidades crescentes de actividades educativas para idosos.

De acordo com estes objectivos no ano lectivo de 2021/2022, há uma variedade de temas à escolha, tais como, tecnologias de informática, línguas,artes e cultura, assistência médica e desporto. Existem hoje 47 cursos e actividades, para um total de 93 turmas, com 770 inscritos. A fim de proporcionar iguais oportunidades de educação aos idosos, a partir do ano lectivo de 2003/2004, o período de estudo dos alunos foi fixado em quatro anos. É importante salientar que a aquisição de conhecimentos não é o único objectivo dos cursos do Instituto. É também muito importante ajudar os idosos a planificarem o seu tempo livre. Nunca é tarde demais para aprender, pelo contrário, há que saber tirar partido dos conhecimentos adquiridos. A Academia organiza alguns grupos de actividades em função da afinidade de interesses, por exemplo, o grupo coral, de instrumentos musicais e de dança tradicional chinesa. Além disso, foi formada uma equipa de voluntários para ajudar e estimular os idosos no sentido de aproveitar ao máximo o seu potencial. Há também uma equipa de Tai Chi, com o objectivo de aumentar a popularidade da sua prática e de incentivar os idosos a fazer mais exercício físico. Esta equipa já obteve louvores em diversas apresentações públicas.

Durante os últimos 22 anos, a Academia tem-se empenhado na troca de experiências com instituições de ensino similares, quer no Continente, quer em Taiwan e em Hong Kong, a fim de aperfeiçoar os seus programas para os idosos, o que tem sido conseguido. Em 2009, realizou-se em Pequim a cerimónia de atribuição dos prémios nacionais de "Distinção de Instituições de Ensino para a Terceira Idade". A Academia do Cidadão Sénior foi nomeada "Universidade Nacional da Terceira Idade", enquanto o ex-Presidente do Instituto, Prof. Lei Heong Iok recebeu o prémio "Distinção na área da Educação Nacional para a Terceira Idade" e a Directora Lam Wan Mei foi nomeada " Educadora Nacional da Terceira Idade ". Em 2017, a Academia do Cidadão Sénior foi seleccionada pela Associção Chinesa das Universidades Seniores, como “ Exemplo Nacional das Universidades para a Terceira Idade”.

 

Top Top