Equivalência de Disciplinas

Impressos para Pedido de Equivalência de Disciplinas

0. Informação Geral

De acordo com o Decreto-Lei 11/91/M, "poderá ser concedida equivalência de habilitações de cursos ou disciplinas de nível superior, a cursos ou disciplinas dos planos de estudo dos cursos superiores ministrados em estabelecimentos de ensino superior do Território".

1. Pedido de Equivalência

  • 1.1 O IPM pode atribuir isenção de disciplinas relativamente a disciplinas equivalentes do ensino superior.
  • 1.2 Os pedido de equivalência de disciplinas deve mencionar expressamente quais as disciplinas a que é requerida equivalência e aquelas em que pretende a equivalência.
  • 1.3 Os pedidos devem ser dirigidos à Chefe do Serviço dos Assuntos Académicos. Os alunos devem preencher os impressos requeridos e anexar os correspondentes documentos comprovativos; precisam também de apresentar os regulamentos, o conteúdo das disciplinas e os créditos. Se os alunos apresentarem qualquer documento em língua estrangeira, o Instituto pode solicitar a tradução para uma das línguas oficiais (Chinês / Português). O nº de equivalências solicitado não poderá exceder a metade das disciplinas no plano de estudos.
  • 1.4 A apresentação de documentação insuficiente conduz à rejeição do pedido.
  • 1.5 Os pedidos serão submetidos à apreciação da Conselho Pedagógico e Científico para avaliação.
  • 1.6 Após avaliação, os pedidos são enviados para o Conselho Técnico e Científico, para decisão sobre a concessão de equivalência.
  • 1.7 Nas disciplinas objecto de equivalência, o aluno não terá nota final e, de acordo as normas internacionais, terá uma notação de "X".

2. Pagamento

  • 2.1 Após a aprovação das equivalências, os alunos deverão proceder ao pagamento das propinas correspondentes (se aplicável), com excepção das disciplinas com equivalência dentro do IPM, a saber:
  • 2.1.1 o aluno ter completado o Diploma em Informática e continuar os estudos no Bacharelato em Informática;
  • 2.1.2 transferência de escola;
  • 2.1.3 mudança de curso dentro da mesma escola;
  • 2.1.4 cursos de curta duração do IPM;
  • 2.1.5 conclusão de cursos ao mesmo nível co-organizados pelo IPM e outras entidades oficiais;
  • 2.1.6 conclusão de cursos ao mesmo nível resultantes de protocolos do IPM com outras entidades;
  • 2.2 Os alunos devem efectuar o pagamento das propinas antes de requerer a isenção de frequência das diciplinas. Haverá lugar a reembolso das propinas nos casos definidos nos pontos 2.1.1 a 2.1.6. A taxa de matrícula será devolvida aos estudantes a tempo parcial. Se a aprovação da isenção de frequência de disciplinas conduzir à alteração do estatuto de estudante a tempo inteiro (diurno ou nocturno) para tempo parcial, as propinas podem ser reembolsadas por disciplinas.

3. Questões Omissas

Quaisquer questões omissas neste regulamento serão decididas pelo Conselho de Gestão.

Pedido de Equivalência de Disciplinas

Acrobat Reader.