Close
Go To Macao Polytechnic Institute

Student Corner

Alunos do IPM ganham o 3º prémio no 10º Concurso de Debate em Língua Portuguesa para Instituições de Ensino Superior da China e da Ásia

1 Oferta de lembranças aos membros do júri do concurso pela Vice-Presidente do IPM, Dra Lei Ngan Lin, Vivian (direito) e o
Coordenador do Centro Pedagógico e Científico da Língua Portuguesa, Professor Zhang Yunfeng, Gaspar (esquerdo)

1

Chen Xiao, Miguel

1

U Pui Pui, Inácia

1

Huang Liying, Eugénia


Debate em Língua Portuguesa pela equipa do IPM

Equipa do IPM com o jurado, Presidente da Casa de Portugal em Macau, Drª Maria Amélia António Saldanha (esquerdo) e o Presidente do Júri,
Advogado, Drº Frederico Rato (direito)

Equipa do IPM com o jurado, Presidente da Direção da Escola Portuguesa de Macau

Aluno do IPM, Chen Xiao, Miguel com a convidada, Presidente da Associação de Amizade Macau - Cabo Verde, Drª Ada Sousa

Aluno do IPM, Chen Xiao, Miguel ganha o “Prémio do Destaque Individual”

Equipa do IPM com o professor Sang Dapeng

Equipa do IPM ganha o 3º prémio

Fotografias de Grupo

Fotografias de Grupo

O “10º Concurso de Debate em Língua Portuguesa para Instituições de Ensino Superior da China e da Ásia”, coorganizado pela Direcção dos Serviços do Ensino Superior (DSES) e pelo Instituto Politécnico de Macau (IPM), foi realizado nas instalações do IPM. O concurso contou com a presença dos seguintes convidados: Dr. Chan Iok Wai, Subdirector da DSES, Professor Doutor Joaquim Ramos, Representante do Cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong Kong, Dr. Rafael Custódio Marques, Cônsul-geral do Moçambique em Macau e Dra. Ada Sousa, Presidente da Associação de Amizade Macau - Cabo Verde etc. O concurso contribuiu, de forma activa, para promover tanto a construção de Macau como base de formação de talentos em português na região da Ásia-Pacífico, quanto o intercâmbio académico e cultural em língua portuguesa entre as instituições de ensino superior de Macau, do Interior da China e dos países asiáticos. 

Este ano participaram no concurso as seguintes instituições de ensino superior: Universidade de Estudos Estrangeiros de Hankuk (HUFS - Coreia do Sul), Universidade de Hanói (VNU - Vietname), Universidade de Pequim, Universidade Nankai, Universidade Normal de Pequim, Universidade de Estudos Estrangeiros de Tianjin, Faculdade de Negócios do Sul da China da Universidade de Estudos Estrangeiros de Guangdong, Universidade Jiaotong de Lanzhou, Universidade de Estudos Internacionais de Zhejiang, Instituto Politécnico de Macau (IPM), Universidade de Macau (UMAC) e Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST). 

As sessões do Concurso incluíram a apresentação de discursos improvisados e debates em torno de temas de interesse social como “leitura digital”, “inteligência artificial” e “big data”, em que se evidenciaram as capacidades de expressão, de reacção e o poder de argumentação em português dos candidatos. Após dois dias de intensa competição, asseguraram os três primeiros lugares, respectivamente, as seguintes instituições: Universidade de Macau, Universidade de Pequim e Instituto Politécnico de Macau. Os vencedores dos prémios individuais foram: Chen Xiao do IPM (Prémio do Destaque Individual) e Liu Gaole da Universidade de Macau (Prémio do Melhor Discurso).  

Segundo os alunos do IPM que ganharam o Concurso, Chen Xiao, U Pui Pui e Huang Liying, o concurso permitiu, de forma viva, que demonstrassem as suas capacidades em português em aspectos como rapidez de pensamento e reacção e no domínio das formas linguísticas, contribuindo significativamente para o aumento das suas capacidades de aprendizagem e de aplicação da língua portuguesa. Além disso, o intercâmbio com professores e alunos de outras instituições do ensino superior de língua portuguesa, para além de alargar os seus horizontes, permitiu-lhes também uma reflexão mais aprofundada sobre a aprendizagem diversificada da língua e da cultura portuguesas, bem como sobre o planeamento da carreira individual. Os alunos comprometeram-se a trabalhar de forma ainda mais árdua no sentido de incentivar mais pessoas a dedicarem-se à aprendizagem da língua portuguesa, tirando proveito das vantagens únicas oferecidas por Macau no intercâmbio cultural entre a China e o Ocidente.

A DSES e o IPM coorganizam Concursos de Debate em Língua Portuguesa, promovendo activamente a formação de quadros qualificados em português e o intercâmbio académico e cultural da língua portuguesa nas instituições de ensino superior. Para este efeito, as duas instituições têm contribuído para a construção da “Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa” e da “Base de Formação de Quadros Qualificados Bilingues em Chinês e Português”, bem como para a promoção da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”e da construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, tendo já alcançado grande reconhecimento e comentários positivos por parte dos professores e alunos de português das instituições do ensino superior da China e da Ásia.

Nos media:

Top Top