Go To Macao Polytechnic Institute

Apresentação

A Escola Superior de Artes (ESA) foi criada em 1993 quando se procedeu à incorporação no Instituto Politécnico de Macau da antiga Academia de Artes Visuais fundada no Instituto Cultural de Macau em 1989. Ao longo dos últimos 28 anos, a Escola Superior de Artes do IPM formou talentos nas áreas do design, artes visuais e música, sendo conhecida como o“berço da nova geração criativa de Macau”. Esta Escola tem vindo a formar excelentes profissionais para os sectores do design e da criação em artes visuais, bem como professores de artes e música, profissionais na produção de filmes e televisão, membros de orquestra, cantores de música popular e outros artistas e profissionais de Macau. Os alunos e antigos alunos da Escola Superior de Artes do IPM participam activamente em concursos, exposições e apresentações de artes e design realizados em todo o mundo, trazendo frequentemente galardões e a glória para a ESA e para o IPM.

A ESA dá grande importância ao ensino focado nos alunos e no seu desenvolvimento integral, valorizando a qualidade global dos docentes a tempo inteiro e a tempo parcial, constituindo assim um corpo docente com estilo diversificado e características multiculturais, no intuito de estes se dedicarem à formação de graduados altamente qualificados.

Nos últimos anos, os docentes da Escola Superior de Artes têm beneficiado de apoios financeiros para a investigação, através de fundos de investigação criados pelo Instituto Politécnico de Macau, pela Fundação Macau e pelo Instituto Cultural de Macau. Entre as obras e monografias publicadas pelos docentes da ESA destacam-se a «Colectânea de Perspectiva do Ensino Superior em Artes de Macau» (incluindo 3 volumes respectivamente sobre Música, Artes Visuais e Design), a «Colectânea de Estudos sobre Música e Macau» (incluindo 3 volumes respectivamente sobre Educação, Apresentação e Criação de Música), «Canto Clássico - Canções para coro no período do Renascimento Europeu», «Guia de treino para técnicas de piano», «Estudos sobre a porcelana chinesa azul e branca da Dinastia Ming, intercâmbio cultural entre a China e o Ocidente», «Artes de fogo-de-artifício em Macau» (em co-autoria), entre outras obras, tendo algumas destas monografias uma grande influência académica no Interior da China, Hong Kong e Taiwan. Os docentes da ESA também publicam com frequência em revistas e outras publicações periódicas de referência, tendo já mais de cem comunicações académicas e comentários profissionais em publicações como a «Revista do Instituto Politécnico de Macau», «Revista dos Docentes de Macau», «Educação de Macau», «Estudo sobre as Culturas Sino-Ocidentais», «Jornal Macao Daily», e outras importantes revistas académicas do exterior.

A produção artística dos docentes da ESA tem vindo a ser apresentada em diversas exposições e espectáculos, tendo algumas das suas obras sido reconhecidas e adoptadas pelo governo. Obras musicais dos docentes da ESA foram apresentadas no Festival Internacional de Música Moderna da China e algumas obras de arte foram seleccionadas para fazer parte do espólio do Museu Nacional de Arte da China. Dado ao seu reconhecido prestígio académico e artístico os docentes da ESA do IPM são também regularmente convidados para desempenhar o papel de júri em diversos concursos, como nas finais e semi-finais do programa televisivo “Concurso Nacional de Cantores Escolares”, no Concurso de Design do Prémio Dourado da China Times de Taiwan, no Projecto de Design de Belas Artes para os Jogos da Ásia Oriental, nas várias edições do Concurso Internacional de Fogo-de-Artifício de Macau, no Concurso de Desenho de Selos dos Correios de Macau, nas várias edições do Concurso Escolar de Canto organizado pela DSEDJ, entre outros. Além disso, os docentes da ESA têm sido também convidados para desempenhar outras funções, como de membros para a recomendação das obras de Macau a serem apresentadas na Exposição Nacional de Belas Artes, para participar em conferências académicas a nível regional e internacional, como avaliadores externos de teses de doutoramento do Conservatório Central de Música de Pequim, como professores convidados do Conservatório de Música de Xinghai (de Guangzhou), como oradores de seminários para os alunos de licenciatura, mestrado e doutoramento da Universidade Nacional Normal de Taiwan em Macau e da Universidade Católica Fu Jen; e também convidados para realizarem workshops e palestras sobre o Ensino de Artes durante as conferências académicas realizadas na Europa e na Austrália, para serem maestros da Orquestra de Macau e de alguns corpos corais, etc.

A ESA considera importante o intercâmbio académico interescolar tendo para isso estabelecido vários acordos de cooperação com as universidades de renome do Interior da China, Hong Kong e Taiwan, convidando frequentemente os especialistas e académicos de renome internacional para virem dar aulas e fazer avaliação académica na Escola.

O Curso de Mestrado em Artes Interdisciplinares da Escola Superior de Artes do Instituto Politécnico de Macau começou o seu primeiro recrutamento de alunos em 2019, tendo as aulas iniciado no final de Agosto do mesmo ano. Este Curso de pós-graduação tem como base de investigação e desenvolvimento os três cursos de licenciatura da Escola Superior de Artes, tendo por objectivo formar profissionais altamente qualificados para Macau e a Grande Baía com uma visão internacional e talento no campo da“reflexão artística interdisciplinar”e da“prática interdisciplinar artística”.

PROGRAMAS

Cursos de Licenciatura

  • Curso de Licenciatura em Design
  • Curso de Licenciatura em Artes Visuais
  • Curso de Licenciatura em Música (Variantes de Educação Musical e Interpretação Musical)

Curso de Mestrado

  • Curso de Mestrado em Artes Interdisciplinares
Top Top