Bolsas de Estudo para os Cursos de Licenciatura

  1. Como é que se pode consultar as informações sobre bolsas de estudo?

    Resposta: Os alunos podem consultar o website do IPM, clique "Alunos" para entrar na página "Bolsas de Estudo" (como por exemplo: IPM > Alunos > Bolsas de estudo), ou dirigir-se presencialmente à Divisão de Assuntos de Estudantes, ou telefonar para 8599 6465, para perguntarem.

  2. Para obtenção de bolsas de estudo, é preciso ou não apresentar pedido?

    Resposta: Há três bolsas de estudo disponíveis para candidatura dos alunos:

    1. Bolsa de estudo “talentos Inatos” da Associação de Antigos Alunos do IPM (para alunos dos cursos conferentes do grau de licenciatura);
    2. Bolsa de estudo “passando a tocha” (patrocinada por antigos alunos do IPM, através de um único pagamento. Os detalhes serão publicados pela Divisão de Assuntos de Estudantes mediante “Aviso público” ou “Aviso de e-mail” para os alunos). Outras bolsas ou prémios de estudo são atribuídos, geralmente, de acordo com o resultado da avaliação de GPA dos alunos, tomando como referência outras condições, como por exemplo, curso e ano a frequentar, etc.
    Pode-se dizer simplesmente, que os alunos que ocupem um dos primeiros lugares na lista têm mais oportunidade para obtenção dessas bolsas de estudo.
  3. O que é "GPA acumulado"?

    Resposta: A fórmula do "GPA acumulado" é a seguinte: "GPA acumulado = Total de (Crédito X Graduação por pontuação) ÷ Total de Crédito". Obtenção de balsas de estuda depende do GPA acumulado, não estando condicionado a resultados obtidos apenas em um ano lectivo.

  4. Os valores das bolsas de estudo são iguais?

    Resposta: Os valores das bolsas de estudo dependem os aprovados pelo IPM, ou os dotados por organismos patrocinadores. O montante pode ser de milhares de patacas.

  5. Quais são as formas de atribuição de bolsas de estudo?

    Resposta: Há três formas de atribuição de bolsas de estudo, como por exemplo: 1) Isenção do pagamento de propinas (Dedução directa no valor das propinas); 2) Pagamento em numerário (É a entidade patrocinadora que emite cheque); 3) Atribuição de subsídio para os estudos realizados em nome de intercâmbio académico (Pagamento da propina de estudos realizados em nome de intercâmbio académico, no todo ou em parte).

  6. O meu "GPA acumulado" é mais elevado do que os dos meus colegas bolseiros, e porque é que o Instituto não atribuiu a mim a bolsa de estudo?

    Resposta: As bolsas de estudo são atribuídas, de acordo com a ordem feita pelo computador, no âmbito dos cursos abertos no Instituto, tomando em consideração os requisitos das entidades patrocinadoras (Os factores abrangem "curso", "identificação de aluno" - "aluno local" ou "aluno não residente de Macau", e "ano", etc.), como por exemplo: De acordo com os requisitos duma entidade patrocinadora, uma bolsa de estudo deve ser atribuída a um aluno local, do 2.º ano do Curso de Artes Visuais, mas, por coincidência, o aluno deste Curso, que ganha o 1.º lugar nos estudos, é o não residente de Macau. Neste caso, a bolsa de estudo, finalmente, tem de ser atribuída a um aluno local, que ganha o 2.º lugar.

  7. Há "limite máximo de valor" para atribuição de bolsas de estudo ?

    Resposta: Segundo o princípio de igualdade, cada aluno, em geral, tem direito a esse financiamento. No caso de um aluno ter condições para duas bolsas de diferentes tipos, esse aluno também pode auferir simultaneamente essas duas bolsas de estudo.

    A situação é a seguinte, como por exemplo, após um aluno tem obtido uma bolsa de estudo, através da isenção do pagamento de todas as propinas, e, depois, obtém uma outra bolsa de estudo, também através da isenção do pagamento de propinas, a segunda bolsa de estudo que obtém, não lhe poderá ser atribuída, devido à isenção do pagamento de todas as propinas já realizada. E, nesta circunstância, a obtenção da segunda bolsa de estudo será registada pelo Instituto. No caso de a segunda bolsa de estudo ser-lhe atribuída em numerário, este aluno pode auferir esta bolsa de estudo.

  8. Quando é que é definida, em cada ano lectivo, a lista dos bolseiros ?

    Resposta: Em geral, a lista dos bolseiros é definida na primeira metade de Agosto de cada ano lectivo. Os bolseiros serão informados, ou receberão carta de convite, neste mês, para assistência à cerimónia de atribuição de bolsas de estudo.