Em Destaque

Fórum organizado pelo IPM reúne especialistas para debater o futuro da tradução e internacionalização

Prof. Dr. Huang Youyi, Profª. Drª. Hannelore Lee-Jahnke, Prof. Dr. Carlos André discutem o futuro da internacionalização e da tradução no Instituto Politécnico de Macau
Os especialistas compartilham experiências com os alunos e docentes

Para reforçar o intercâmbio académico na área das línguas e tradução, o Instituto Politécnico de Macau realizou, a 24 de Julho, no Anfiteatro n.º 1 do Edifício Wui Chi deste Instituto, a 3ª Edição do “Fórum de Tradução — Internacionalização e Futuro da Tradução”, convidando para o efeito vários especialistas conhecidos na área da tradução, oriundos da Suíça, de Portugal e do Interior da China, para debater assuntos ligados à tendência de internacionalização, investigação e aplicação da tradução no futuro. Estiveram presentes mais de cento e vinte de alunos e docentes dos cursos de línguas e tradução, oriundos de mais de cinquenta instituições de ensino superior tanto de Portugal e do Brasil, como do Interior da China e de Macau. O ambiente académico vivido neste evento internacional foi muito agradável e proveitoso.

Durante o fórum, o Prof. Dr. Huang Youyi, Vice-Presidente Executivo da Associação de Tradutores da China e Ex-Vice-Director do Grupo de Publicações Internacionais da China (CIPG) fez uma intervenção subordinada ao tema “Nova era, nova necessidade e nova acção: missão para a educação do curso de tradução”, em que reflectiu profundamente sobre a missão e as necessidades enfrentadas pelos professores da área da tradução nesta nova era. A Profª. Drª. Hannelore Lee-Jahnke, Presidente honorária da Conferência Internacional Permanente de Institutos Universitários de Tradução e Interpretação (CIUTI) e Directora do Centro Multilingue da Universidade de Genebra, fez uma intervenção intitulada “Abordagem interdisciplinar: proposta de solução inovadora para os complexos desafios futuros”, na qual fez uma resenha histórica do desenvolvimento da tradução e discutiu os novos caminhos nesta área numa perspectiva “multidisciplinar”. Seguiu-se o Prof. Dr. Carlos André, que fez uma apresentação subordinada ao tema “Tradução literária: um processo de transformação complexo entre múlti-faces”, em que reflectiu sobre o estatuto especial da tradução literária, entendido como processo de transformação complexo que envolve diversos níveis, nomeadamente a linguagem do texto, a cultura e a sociedade. O discurso foi altamente proveitoso para a audiência.

No debate e discussão, os especialistas usaram exemplos reais na interacção com os alunos e docentes participantes no Fórum, partilhando com estes as suas melhores práticas e metodologias de tradução, incentivando-os a continuarem a aprender, explorar e a desafiar-se a si mesmos. Um aluno de Portugal referiu que o Fórum de Tradução lhe trouxe conhecimentos sobre o futuro da tradução. Para além de reflectir sobre a própria especialização do curso de tradução, afirmou ser preciso integrar adequadamente esta área no campo interdisciplinar, para que existam mais possibilidades na área da investigação. Um aluno do Interior da China frisou que a partilha dos especialistas do fórum foi muito útil, no sentido em que o ajudou a reforçar o uso das técnicas de tradução e a perceber os métodos mais adequados para tratar diferentes tipos de textos objecto de tradução. Um aluno que estudou em Macau disse acreditar que o fórum oferece oportunidades preciosas para os alunos poderem interagir com especialistas na área da tradução e que espera que com a iniciativa de “Uma faixa, uma rota” e a criação da Grande Baía Guangdong-Hongkong-Macau, possa participar em mais actividades académicas a nível nacional e mundial.


Nos media: