Mestrado em Administração Pública

Mestrado em Administração Pública

Organizado pelo Instituto Politécnico de Leiria em colaboração com o Instituto Politécnico de Macau.

Objectivos

O Mestrado em Administração Pública visa um estudo aprofundado dos mais recentes desenvolvimentos nos domínios da administração pública e das políticas públicas e tem como principais objectivos permitir aos alunos:

  • A aquisição de conhecimentos aprofundados na área da Administração Pública;
  • A aprendizagem dos mais recentes conhecimentos e desenvolvimentos nos domínios da gestão das políticas públicas, regulação pública, contratação pública e do seu quadro institucional e organizacional;
  • Contribuir para a aquisição de capacidade de adaptação à modernização e mudança na Administração Pública, em particular no que diz respeito à sociedade do conhecimento e ao desenvolvimento de competências que permitam uma aprendizagem constante ao longo da vida, com elevado grau de autonomia;
  • Contribuir para a aquisição de competências práticas em segmentos específicos do saber jurídico na óptica da Administração Pública e para a densificação efectiva das noções de direitos fundamentais, de cidadania, de acesso ao Direito e, no quadro deste, o conhecimento aprofundado dos meios de Administração Pública;
  • Contribuir para o desenvolvimento de trabalhos de investigação e inovação no domínio das ciências jurídicas aplicadas e da Administração Pública.

Duração

4 semestres

Créditos (ECTS)

120

Língua de ensino

Português

Local

Instituto Politécnico de Macau

Plano de estudos:

Disciplinas
Tipo
Horas
Unidades de crédito

1º Semestre

Direito da Administração Pública (de Portugal e de Macau) Obrigatória 162 6
Ciência Política Obrigatória 162 6
Políticas Públicas (em Portugal e em Macau) Obrigatória 162 6
Gestão de Recursos Humanos na Administração Pública Obrigatória 162 6
Análise de Dados Obrigatória 81 3
Metodologia da Investigação Científica Obrigatória 81 3

2º Semestre

Direito Administrativo Especial (de Portugal e de Macau) Obrigatória 189 7
Contratação Pública (em Portugal e em Macau) Obrigatória 189 7
Políticas Sócio-económicas na Ásia-Pacífico Obrigatória 162 6
Liderança e Negociação Obrigatória 162 6
Sistemas e Tecnologias de Informação Obrigatória 108 4

3º e 4º Semestre

Dissertação Obrigatória 1620 60

Nota:

  1. O número de unidades de crédito necessário à conclusão do curso é de 120.
  2. O curso é leccionado na modalidade de ensino presencial e à distância.
  3. O curso funciona em regime de tempo parcial.
  4. O número total de horas de trabalho do aluno a considerar inclui todas as formas de trabalho, designadamente as horas de contacto e as horas dedicadas a seminários, projectos, trabalhos no terreno, estudo e avaliação, ou outras actividades académicas.

Linhas de investigação para as dissertações (teses de mestrado)

As linhas de investigação fixadas para esta edição do Mestrado são as seguintes:

  • História da Administração Pública de Macau;
  • Administração Pública Comparada;
  • Direcção Estratégica dos Serviços Públicos;
  • Direito da Administração Pública;
  • Os Direitos e Deveres dos Cidadãos perante a Administração Pública;
  • Contabilidade Pública;
  • Modernização Administrativa;
  • Administração Electrónica;
  • Marketing nos Serviços Públicos;
  • Qualidade nos Serviços Públicos

Atribuição do grau de mestre

  1. O grau de Mestre em Administração Púbilca é conferido pelo Instituto Politécnico de Leiria e reconhecido em todo o Espaço Europeu de Ensino Superior.
  2. Aos alunos que apenas concluam com aproveitamento a parte curricular do plano de estudos do Mestrado será conferido, pelo IPL, um diploma de estudos pós graduação (não conferente de grau académico) em Administração Pública.

Taxa de Candidatura e Propinas

  1. Taxa de candidatura MOP 150

  2. Propinas

      1 º Semestre 2 º Semestre
    1º Ano MOP 25, 000 MOP 15, 000
    2º Ano MOP 25, 000 MOP 15, 000

    Se o aluno não concluir o Curso no período de dois anos poderá inscrever-se mais um ano sendo devido por essa inscrição o pagamento de 40,000 Patacas

Condições de Acesso e Ingresso

Podem candidatar-se ao curso de Mestrado os interessados que se encontrem numa das seguintes situações:

  • Titulares do grau de licenciatura em Administração Pública;
  • Titulares do grau de licenciatura em Direito;
  • Titulares do grau de licenciatura em qualquer outra área científica desde que tenham, pelo menos, três anos de desempenho efectivo de funções na Administração Pública em Macau;
  • Outros titulares do grau de licenciatura que embora não previstos nas alíneas anteriores reúnam todos os requisitos exigidos pelos regulamentos do IPL para acesso ao curso de Mestrado.

Critérios de Seriação

A classificação do candidato será expressa numa escala de 0 a 100 calculada com base na ponderação da classificação da licenciatura (60 %) e da avaliação curricular (40%):

  • Classificação final da licenciatura (pontuação mínima de 10 pontos e máxima de 60): a 10 valores de classificação final corresponderão 10 pontos, por cada valor adicional na classificação final acrescem 5 pontos;
  • ção curricular (pontuação máxima de 40 pontos): pós-graduação conferente de grau (20%); pós graduação não conferente de grau na área do direito, da gestão ou da administração pública (10%); desempenho efectivo de funções na Administração Pública na RAEM (pelo menos três anos de serviço 20 %, mais de três anos de serviço 30%); formação ao longo da vida nas áreas da administração pública (20 %); outros elementos curriculares considerados relevantes (20%).

Local de candidatura

As candidaturas devem ser feitas na Divisão de Admissão, Matrícula e Inscrição de Alunos, Sala A101 do Instituto Politécnico de Macau.

Documentos necessários:

  • Boletim de candidatura
  • Certidão de habilitação e fotocópia
  • Cópia do documento de identificação
  • Curriculum Vitae
  • Outros que o candidato entenda juntar ao processo de candidatura

Taxa de candidatura: Mop 150

Nota:

Este programa foi aprovado pelo Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura da RAEM em 2015 (Despacho do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura nº 148/2015).